CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  

Veja agora o passo a passo para te ajuda nesse processo:

-Esse é o primeiro passo, separar a documentação de adiantamento de aposentadoria, você precisa comprovar todas as suas contribuições do instituto e em empresas particulares. É importante de não esquecer de nenhuma contribuição pois, isso irá complica o adiantamento. Apresentar os trabalhos de carteira assinada e individuais.

-Documentos necessários para esse processo: CPF, RG, Comprovante de residência, carteira de trabalho. Caso você tenha alguma dificuldade para saber as documentações corretas para o seu caso em específico, pode falar com algum agente que trabalha na área desse programa.

-Sempre especificar todos seu direitos de acordo com o seu caso e tempo de trabalho. Um grande erro é protocolar toda a documentação previdenciária sem detalhar para o INSS quais são todos os direitos que você possui. Em caso de não aceitarem seus direitos, você só precisa comprovar algumas informações que serão solicitadas há você.

-Manter atualizado o seu CNIS antes mesmo de tentar adiantar sua aposentadoria, é de extrema importância está tudo correto e atualizado e isso pode ser ajustado pelo próprio aplicativo do INSS.

-Faça o agendamento de forma correta do INSS, pelo fato de esse programa integrar muitas pessoas, na maioria das vezes quando você for ao local vai está com muita fila, mas desde 2018 tiveram a ideia de você conseguir fazer tudo isso pelo seu celular, assim facilitando para milhares de brasileiros.

-Confira os cálculos referente ao valor que você deve receber, de acordo com o tempo de contribuição ao programa, a conta é simples e fácil de ser feita, mas sempre confira para saber se o valor está correto.