CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  

Criado pelo Governo federal, o Auxílio Permanente visa auxiliar todas as famílias brasileiras que necessita de suporte, uma vez que, infelizmente, há muitos indivíduos em situações precárias de vida. Com a criação do programa, também, surgiu a ideia de criar uma forma de ajudar mães solteiras, que não possuam condições boas de cuidar de seus filhos. Com isso é dever do país respaldar as necessidades da população.

O projeto de Lei 2099/20 foi aprovado em favor de mulheres donas do lar e cuidadora de sua prole, uma vez que as mesmas não possuem condições de trabalhar fora e proporcionar a melhor educação e cuidados que seus filhos merecem. Para que isso seja resolvido o programa faz com que essas mães consigam voltar ao mercado de trabalho, mas que seus filhos possuam o cuidado necessário.

A idealização do programa foi feito pelo ex-deputado Assis de Carvalho e relatado pela deputada Erika Kokay, os quais concordaram de forma igualitária na liberação do projeto e com isso criaram uma emenda para que os reajustes sejam previstos anualmente, com um valor estipulado de um salário mínimo e também prevê seus filhos serão colocados em primeiro lugar na fila de prioridades de uma escola pública.

A condição na qual o país se entrosa economicamente e o caimento da renda familiar, acabem por dificultar a boa qualidade de vida de famílias de baixa renda, o que vem evidenciando as necessidades do amparo com mães solteiras provenientes de um lar. De acordo com pesquisas o projeto ficará em execução até o momento que a taxa de pobreza diminua um percentual considerável.

Quer saber como serão realizados os pagamentos?

Para que o dinheiro seja depositados, os indivíduos beneficiários do programa, devem possuir uma conta nos bancos públicos ferverias, os quais possuem convênio com a causa, e com isso será criado uma conta poupança do tipo social digital para que o dinheiro seja depositado. A aberturas da conta será realizada de forma automática e não possuirá cobrança de tarifas, uma vez que o benefício é dado para pessoas carentes.

Quer saber os prés-requisitos para fazer parte?

  • Possuir 18 anos ou mais;
  • Não fazer parte de outro benefício do governo;
  • Não possui renda familiar maior do que 3 salários mínimos mensais;
  • Não possuir emprego ativo.

Você deseja saber como receber?

O programa ainda não está em vigor e por isso algumas informações sobre como será feito a inscrição para o ganho do benefício ainda não foram divulgadas. Entretanto como todos os benefícios do Governo é possível que seja realizado a partir do Cadastro Único, o qual é por ele que o governo possui o controle sobre todos os beneficiários de cada programa.