CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  

O Programa de Fortalecimento da Proteção Social em Angola é uma iniciativa governamental robusta destinada a combater a pobreza e a vulnerabilidade social em todo o país. Com o apoio significativo do Banco Mundial, este programa se concentra em oferecer assistência financeira diretamente às famílias mais necessitadas, ao mesmo tempo que fomenta a inclusão produtiva e social.

Alcance e Beneficiários

Até 2023, o programa tem como meta atender cerca de 1,6 milhão de famílias angolanas, estendendo-se até 2025 devido ao seu impacto positivo e ao aumento do financiamento. Inicialmente projetado para três anos, a extensão visa ampliar ainda mais o alcance e os benefícios do programa.

Valor das Transferências

Cada família beneficiária recebe transferências monetárias que, em muitos casos, são destinadas ao desenvolvimento de atividades econômicas que ajudam a sustentar e a desenvolver as comunidades locais. O valor atualmente designado para cada família é de 8.500 Kwanzas por mês, aproximadamente 15 dólares americanos, um apoio considerado fundamental para as necessidades básicas das famílias mais vulneráveis.

Impacto e Utilização dos Fundos

O programa não apenas proporciona alívio financeiro, mas também estimula a autonomia das famílias através de várias iniciativas de desenvolvimento econômico. Isso inclui investimentos em agricultura, pesca, criação animal e outras atividades produtivas, refletindo uma abordagem sustentável para o desenvolvimento social e econômico.

Conclusão

O Programa de Fortalecimento da Proteção Social em Angola é um exemplo vital de como as políticas de assistência social podem ser eficazes quando combinadas com o suporte adequado e a implementação focada em resultados sustentáveis. Com a continuação deste programa, espera-se que mais famílias angolanas possam superar a pobreza e progredir em direção a um futuro mais estável e produtivo.

Para mais informações, detalhes adicionais podem ser encontrados diretamente nas páginas do programa no site do Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher de Angola aqui.