CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  

Ah, os meios eletrônicos e sua tecnologia em nossas vidas! Já parou pra pensar em como seria o seu dia a dia sem todas essas facilidades eletrônicas? Como seriam os seus dias sem os celulares, seus aplicativos, cartões de crédito, e tantas outras coisas rotineiras, como robôs para dentro de casa, e eletrodomésticos inteligentes e modernos?

A verdade é que a tecnologia veio para revolucionar nossas vidas, facilitando cada processo, aumentando nossa produtividade em diversas áreas e fazendo com que os processos sejam cada vez mais otimizados e seguros. 

Essa modernização toda, abriu espaço para que os serviços digitais pudessem ser instaurados em nossos dias, abrindo um maior espaço para a escolha dos usuários, que podem optar entre os serviços prestados de maneira física ou de maneira online. 

Nubank e seu surgimento

Os bancos digitais não operavam propriamente no Brasil, até o ano de 2016. Foi somente depois da resolução 4.480/16, com a autorização do Banco Central para a abertura e encerramento de contas digitais, que o serviço passou a ser oferecido, de início feita pelos bancos: Original, Inter e Neon.

A Nubank, já estava em operação, mas contando somente com cartão de crédito internacional e sem anuidade. A NuConta, junto de todas as suas funcionalidades, só chegou mesmo em 2017, ampliando sua funcionalidade e consequentemente o uso de seus clientes.

Fundada por David Vélez, Edward Wille e Cristina Junqueira, a “fintech” brasileira nasceu em 2013, e desde então, vem se empenhando em oferecer ao usuário, uma nova experiência para sua vida financeira, apagando de sua história todas aquelas experiências ruins e altamente burocráticas que eram registradas no passado, trazendo mais simplicidade aos seus processos.

Cartões Nubank

Como citamos anteriormente, o Nubank começou suas atividades aqui no Brasil, oferecendo os serviços de seu cartão de crédito internacional e sem anuidade, o Nubank Gold, famoso “roxinho” da instituição, que assim como os demais, pode ser solicitado aqui. Entretanto, com o tempo, essa ideia inicial pode ser aprimorada, abrindo espaço para outras criações.

Atualmente, existem três opções além dessa que citamos, que é oferecida a todos os usuários do banco, inicialmente na versão débito, podendo ser solicitado o crédito posteriormente. Veja a seguir quais são elas:

Nubank Platinum – conta com algumas exclusividades, um “plus” a sua versão inicial, disponível para compras no crédito. 

Nubank Ultravioleta – com ele, os usuários garantem mais vantagens, como cashback, seguros de viagem etc.

Nubank Business – voltada ao público empreendedor da instituição, esse cartão é oferecido para aqueles que possuem uma conta PJ na instituição. 

Início dos cartões de crédito

Como vamos falar sobre cartões de crédito, que tal começarmos do início? Há quem pense que esse objeto de plástico, retangular e todo cheio de informações (frente e verso) é algo novo ou recente, mas na verdade, sue surgimento se deu ainda na década de 20, nos Estados Unidos.

Na época, esses cartões eram entregues aos clientes mais fiéis do estabelecimento. No entanto, a necessidade de algo mais fácil de ser usado e com prazo de pagamento precisava existir, e foi dessa necessidade que surgiu a ideia de Frank MacNamara, em 1949, quando fundou o The Diners Club. 

Sua primeira versão, era feita de papel cartão e aceito em apenas alguns estabelecimentos. Por sorte, o tempo ajudou com que esse serviço se popularizasse, levando a emissão em plástico, no formato que conhecemos hoje, em 1955, ano que marcou também outra conquista, os cartões de crédito internacionais.