CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  

Em um país como o Brasil, onde muitas pessoas dependem do Sistema Único de Saúde (SUS), o acesso a serviços médicos de qualidade é um direito que deve ser garantido a todos. Por isso, o programa “Diu pelo SUS” tem sido amplamente divulgado como uma alternativa de atendimento médico gratuito para mulheres em idade reprodutiva que desejam adquirir o Dispositivo Intrauterino (DIU).

Mas, como conseguir um DIU pelo SUS? E quais são as etapas necessárias para isso?

Neste artigo, vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre o programa Diu pelo SUS, desde o que é o DIU até os passos que você precisa seguir para obter o seu.

O que é o DIU?

O DIU é um dispositivo contraceptivo em forma de T que é inserido no útero da mulher por um médico qualificado. Ele funciona como uma barreira física, impedindo a passagem dos espermatozoides para fertilizar o óvulo. Existem dois tipos de DIU: o de cobre e o hormonal.

O DIU de cobre é feito de plástico com uma camada de cobre em volta. Ele não contém hormônios e pode ser usado por até 10 anos. Já o DIU hormonal libera lentamente uma pequena quantidade de hormônios progestogênio diretamente no útero e pode ser usado por até 5 anos.

Quais são os requisitos para a utilização do Diu?

Para utilizar o Diu, é necessário que a mulher tenha um útero saudável e que não esteja grávida. Além disso, o método é mais indicado para mulheres que já tiveram filhos, pois o útero já se encontra dilatado, facilitando a colocação do dispositivo.

O Diu não é recomendado para mulheres que apresentem infecções genitais, sangramento vaginal sem causa conhecida, malformações uterinas, entre outras condições que possam dificultar a colocação ou a permanência do método.

Vale ressaltar que, apesar de ser um método contraceptivo eficaz, o Diu não protege contra doenças sexualmente transmissíveis. Portanto, é recomendado o uso de preservativo em todas as relações sexuais.

Como conseguir um DIU pelo SUS?

Para conseguir um DIU pelo SUS, o primeiro passo é procurar uma unidade de saúde que ofereça o serviço de inserção do DIU. Você pode encontrar essa informação no site do Ministério da Saúde ou na sua secretaria municipal de saúde.

Após encontrar uma unidade de saúde que ofereça o serviço, é necessário agendar uma consulta com um médico para avaliar se você é elegível para a inserção do DIU. As mulheres que desejam adquirir o DIU pelo SUS devem ter idade entre 10 e 49 anos e passar por uma avaliação médica antes da inserção.

Durante a consulta, o médico irá realizar um exame físico para avaliar o tamanho e a posição do seu útero. Ele também pode solicitar alguns exames adicionais, como um teste de gravidez e um exame de Papanicolau.

Se a avaliação médica indicar que você é elegível para a inserção do DIU, o próximo passo é agendar a data para a colocação do dispositivo. Na maioria das vezes, a inserção do DIU é realizada durante o período menstrual, quando o colo do útero está mais aberto.

No dia da inserção, o médico irá explicar o processo e responder a todas as suas dúvidas e preocupações. O procedimento em si é relativamente rápido e pode levar apenas alguns minutos. Após a inserção, o médico irá fornecer orientações sobre os cuidados necessários e agendar uma consulta de acompanhamento.

A importância do acesso ao Diu pelo SUS para a saúde reprodutiva das mulheres brasileiras

O Diu pelo SUS é uma opção gratuita e acessível para mulheres que desejam utilizar um método contraceptivo seguro e eficaz. Para conseguir o método, basta comparecer a uma unidade de saúde próxima de sua residência e passar por uma avaliação médica. É importante destacar que, antes de utilizar qualquer método contraceptivo, é necessário conversar com um médico para escolher o mais adequado para cada caso.

Esperamos que este artigo tenha sido útil e esclarecedor para você. Caso ainda tenha dúvidas sobre o assunto, não hesite em procurar um profissional de saúde.