CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  

Na última terça-feira (9), o deputado estadual Anderson Moraes, do PSL, apresentou uma notícia-crime contra a participante do BBB 21, Lumena Aleluia, na Delegacia de Combate a Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi).

O pedido do político espera a abertura de um inquérito para apurar a prática de “racismo reverso” da psicóloga.

“Protocolamos uma notícia crime contra a participante Lumena pela fala pejorativa e ofensiva generalizada à raça branca. Um caso claro de racismo de duas jovens negras contra pessoas brancas. Pedimos para a Decradi apurar os fatos e se manifestar pela expulsão dela do programa. Se fosse o contrário, o que seria igualmente crime, já teriam se mobilizado para combater o racismo”.

O fato em questão aconteceu depois da Prova do Anjo de sábado (6), quando Lumena, em conversa com Karol Conká, chamou Carla Diaz de ‘desbotada’, ‘sem melanina’ e ‘olho de boneca assassina’.